fórum papelcartão sustentável
Espaço aberto para o diálogo entre os elos da cadeia de produção,
consumo e reciclagem de papelcartão em prol da sustentabilidade

A+A-

news

6 julho 2012
Empresas integram cada vez mais relatórios financeiros ao de sustentabilidade para divulgação de suas ações e resultados no Brasil

 

 

A informação é do levantamento recém-realizado pela Deloitte em parceria com o Instituto Brasileiro de Relações com Investidores - IBRI com 42 companhias abertas com atuação no País. Segundo a pesquisa, a publicação dos relatórios de sustentabilidade ou balanços sociais é realizada por 62% das empresas como forma de divulgação de suas ações e resultados. Dentre as empresas que publicam esse relatório, 79% seguem o padrão Global Reporting Initiative (GRI) e 17% adotam o modelo Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas - IBASE.

Durante quase dois meses, o estudo "Qualidade das informações: transparência e integração nas divulgações das companhias abertas" procurou mensurar o nível de transparência e a adoção de boas práticas dos profissionais de RI e agentes de mercado em geral. "O intuito da pesquisa foi analisar e apontar quais têm sido as tendências, as melhores práticas no mercado mundial e como as pessoas envolvidas na área de RI as compreendem no Brasil", explicou Ricardo Florence, diretor presidente do IBRI.

Apesar de não ser ainda uma prática unânime, a tendência, segundo o executivo, é a publicação de relatórios integrados, que permitem unir diversos aspectos, como informações numéricas, dados de sustentabilidade, riscos da empresa, governança corporativa, entre outros, facilitando a compreensão daqueles que leem essas variadas informações e conferindo mais transparência e sofisticação aos dados prestados. É nesse sentido que outros 17% das empresas entrevistadas pretendem emitir o relatório de sustentabilidade/balanço social. No entanto, 21% responderam simplesmente que não o fazem.

Além disso, mais da metade (51%) dos profissionais responsáveis pelas áreas de RI afirmou que os modelos dos relatórios corporativos precisam ser mais inovadores e integrados. Dessa mesma amostra, 31% responderam que as informações, embora suficientes, poderiam ser repassadas com mais qualidade. Já outros 15% apontam que o acesso precisa melhorar, enquanto apenas 5% dizem que elas são suficientes.

Quanto ao formato de integração dos relatórios, a maioria (58%) informou que o relatório anual emitido já é integrado, reunindo informações relevantes sobre estratégia, governança corporativa, desempenho e perspectiva da empresa. Outros 13%, apesar de não disponibilizarem o documento nesse formato, expressaram seu interesse em implantar o modelo integrado.

Com relação ao meio apontado para a veiculação do material, a internet foi apontada como o mais utilizado e o mais eficiente entre as formas de comunicação dos RIs com o mercado. Os meios que apresentaram maior utilização pelas áreas de RI são: o site da companhia (64%), e-mails (62%), sites de notícias de mercado (29%) e redes sociais (26%).

FONTE:  Instituto Brasileiro de Relações com Investidores - IBRI

 

design by müller camacho design comunicação